7 exercícios que melhoram o desempenho sexual

exercício

Praticar atividades sexuais faz bem, é saudável e divertido, mas convenhamos que com o passar dos anos, também vai se tornando muito desgastante fisicamente.

Se em nossa juventude toda hora era hora e todo lugar era lugar, hoje procuramos sempre o maior conforto possível para não amanhecermos cheio de dores pelo corpo no dia seguinte. Além do fator físico, nossa energia e disposição também vão diminuindo ao longo dos anos, o que acaba levando várias pessoas a ter baixa autoestima.

Se as suas noites não estão sendo tão boas assim, vamos te mostrar alguns exercícios que melhoram o desempenho sexual, tonificando os músculos e aumentando a flexibilidade. Confira!

1. Agachamentos

O agachamento com ou sem pesos é excelente para fortalecer os quadríceps, tornando mais fácil se manter em qualquer posição vertical. Além disso, esse exercício é conhecido por aumentar os níveis de testosterona e o fluxo sanguíneo para a região pélvica — o que faz com que os orgasmos sejam mais intensos. 

Por trabalhar a região inferior do corpo, os agachamentos também ajudam a melhorar a penetração. Ou seja, este é um exercício fundamental para apimentar a relação!

Para fazer o agachamento com pesos, segure um haltere de 2 kg em cada mão e estique os braços na altura dos ombros. Vá dobrando os joelhos e agachando até o mais baixo que conseguir, mantendo as costas retas. Faça 15 repetições, pelo menos.

2. Prancha

Um dos jeitos mais eficazes para aumentar a resistência, tanto na cama quanto na academia, é segurar o corpo em posição de prancha. Essa posição, além de fortalecer a musculatura, ajuda a melhorar o impulso e deve ser feita sempre com as costas retas para que seja seguro.

A posição de prancha consiste em apoiar as mãos no chão, afastadas na altura dos ombros. Deixe o braço firme e esticado no nível da pelve. Enquanto isso, encaixe o abdômen, aperte a parte interna das coxas e o quadril, pressionando os calcanhares para que as pontas dos pés fiquem bem flexionadas.

Tente ficar por pelo menos 20 segundos nessa posição e repetir 10 vezes ao dia.

Também é possível fazer a posição de prancha de joelhos, mantendo os braços completamente estendidos com a palma da mão no chão. Ou para quem quer um desafio maior, é possível colocar um pé por cima do outro e ir alternando sem comprometer a posição do resto do corpo. 

3. Flexões

As flexões são muito boas para fortalecer a parte superior do corpo, o que vai proporcionar mais resistência e trazer um melhor desempenho na hora de fazer posições que ficam por cima. Se for realizada regularmente é possível notar uma grande diferença na capacidade de manter a força do corpo na hora das relações sexuais.

Para fazer as flexões, inicie na posição de prancha que mostramos anteriormente. Abaixe o peito até o chão, pressione e levante mais uma vez. Tente fazer o maior número de vezes possível, pelo menos duas vezes por semana.

Se quiser facilitar, também é possível fazer com os joelhos no chão, como no caso da prancha. Agora para quem quer dificultar, tente bater palmas entre uma flexão e outra, ou fazer com um braço nas costas.

Já fez sua avaliação gratuíta?

Faça sua avaliação ou entre em contato!

WhatsApp: (48) 99950-5019
Telefones: (48) 3223-8568 :: (48) 3333-6574 :: (48) 3206-9150

4. Afundo

Este é um exercício que ajuda na resistência, flexibilidade, força, mobilidade e estabilidade! Ele vai te ajudar a ter mais mobilidade e equilíbrio no quadril, além de aumentar o fluxo sanguíneo da regão pélvica.

Para praticar esse exercício, fique em pé, em posição reta, enquanto segura um par de halteres. Então, dê um passo para frente, dobrando ambos os joelhos em 90 graus, parando quando o joelho de trás estiver a alguns centímetros do chão.

Suba e agache sem tocar o joelho da perna de trás no chão. Repita pelo menos 15 vezes e troque a posição das pernas.

5. Assoalho pélvico

O assoalho pélvico é uma região localizada no fundo da bacia, onde ficam órgãos como bexiga, próstata e reto. Por isso, trabalhar o assoalho pélvico é um exercício que beneficia muito os homens.

Ele melhora a resistência e o controle dessa região, tonificando os músculos que controlam o fluxo de urina e os responsáveis pela ereção e ejaculação. Dessa forma, o fortalecimento do assoalho pélvico auxilia nos problemas de disfunção erétil e ejaculação precoce.

Para começar, treine interromper o fluxo de urina quando for ao banheiro. Dessa forma você já irá se familiarizando com a musculatura da região. Quando estiver familiarizado, o objetivo será aumentar cada vez mais o tempo que consegue manter essa contração na região, aumentando também a intensidade das contrações. 

Ao fazer esse exercício, não prenda a respiração e nem faça força pra baixo com o estômago, nádegas ou músculos das coxas. Tente fazer de 10 a 20 repetições. 

6. Alongamento da lombar

O alongamento da lombar é uma posição do ioga que estica a parte central do corpo, aumentando o fluxo sanguíneo e a energia da região pélvica. Este exercício fortalece a parte inferior das costas, melhorando o desempenho de qualquer movimento de levantamento que for feito.

Para fazer esse exercício, fique de frente para o chão, mantendo as pernas esticadas e a parte superior dos pés no chão. Com as mãos também apoiadas no chão, levante o torso mantendo os ombros para trás, de forma que não toquem o pescoço. 

Mantenha essa posição enquanto respira regularmente por cerca de 15 segundos. 

7. Levantamento de pernas

Este exercício é ótimo para fortalecer os glúteos e quadris, auxiliando a manter posições verticais por mais tempo. 

Para fazê-lo, deite de costas com as pernas esticadas e vá, devagar, levantando as duas em direção ao teto até que fiquem perpendiculares ao corpo. Depois, abaixe lentamente as pernas até que fiquem a cerca de 1 centímetro do chão.

Durante esse exercício é muito importante não retirar as costas do chão, para que não haja contusões. Tente fazer cerca de 10 levantamentos por vez.

Esperamos que todas essas dicas de exercícios que melhoram o desempenho sexual sejam proveitosas e auxiliem na melhora da vida a dois. Caso continue a sentir falta de libido ou cansaço na hora do sexo, procure ajuda especializada para uma melhor avaliação. Não se esqueça de deixar um comentário pra gente dizendo o que achou deste post!

Últimos posts