Conheça as Principais Consequências da Disfunção Erétil

A disfunção erétil por si só já traz um enorme incômodo para os homens.

Para piorar, uma disfunção sexual não tratada pode ocasionar o surgimento de outras doenças ou problemas graves.

Falar sobre o assunto faz com que mais e mais homens procurem ajuda a tempo de evitar o pior.

A Peyronie e a Disfunção Erétil

Essa é certamente a principal e mais temida doença associada ao não tratamento de uma impotência sexual.

A doença de Peyronie também é conhecida como doença do pênis quebrado.

Peyronie e a Disfunção Erétil

A peyronie é uma fibrose ou calcificação dos tecidos penianos, que faz com que o pênis perca a elasticidade e, quando está em um processo de ereção, o pênis poderá ter uma curvatura.

A doença do pênis torto muitas vezes é associada a traumas durante a relação sexual, ocasionados por causa de relações sexuais realizadas quando o pênis não estava totalmente ereto.

Essa curvatura pode prejudicar a vida sexual dos homens de diferentes maneiras:

1- por causa da própria curvatura, que dificulta o ato sexual;

2- por causa da dor causada pela fibrose

3- por causa da dificuldade de manter o pênis ereto, já que a doença pode atrapalhar o fluxo sanguíneo no pênis.

O tratamento dessa doença pode envolver medicamentos ou procedimentos cirúrgicos, isso irá depender do grau de evolução da doença.

Tratar a Disfunção Erétil ainda no inicio pode evitar o surgimento dessa doença.

A Depressão e a Disfunção Erétil

Outra doença muito associada ao não tratamento das disfunções sexuais é a depressão.

Ela pode ser tanto uma causa da impotência sexual como também um resultado de um stress recorrente devido à falta de ereções.

Muitos homens que sofrem com a impotência sexual apresentam o problema há vários anos, o qual pode agravar-se ao longo do tempo, já que os fatores psicológicos podem começar a surgir e a acentuar-se.

Nestes casos há uma forte tendência do homem evitar o contato sexual e a alimentar sentimentos de raiva, impotência ou desilusão com relação ao sexo.

O que agrava ainda mais o quadro de stress.

A depressão pode ser tratada com medicamentos e com acompanhamento de um profissional especializado, por exemplo, um psiquiatra.

É importante mencionar também que as medicações associadas ao tratamento da depressão podem causar a impotência sexual masculina.

Por isso é importante que os médicos entendam o quadro do paciente para recomendarem o melhor tratamento, tanto para a disfunção sexual quanto para a depressão.

O Relacionamento e a Disfunção Erétil

Essa certamente é uma das piores consequências da impotência sexual e pode simplesmente acabar com um relacionamento de anos.

Mesmo que a sua parceira seja compreensiva, ela vai suportar o seu problema apenas por um tempo.

Então as complicações irão aparecer e serão manifestadas das mais diversas formas:

  • brigas rotineiras
  • situações constrangedoras
  • raiva

Com isso “coisas pequenas” acabam virando discussões de enormes proporções.

Por esse motivo, você precisa procurar um tratamento imediatamente quando perceber os sintomas da impotência sexual.

Você está sofrendo com algum sintoma de disfunção? Faça sua avaliação médica gratuita ou entre em contato com a Equipe Androtech.

Banner Blog Disfunção Erétil

WhatsApp chat Chame no WhatsApp